Archives: Como interpretar texto em inglês?

Interpretação de Textos em Inglês Dicas Imperdíveis

As provas de Enem Inglês e dos diversos vestibulares visam avaliar a compreensão de textos escritos em língua Inglesa. Como fazer uma boa Interpretação de textos em Inglês?

  Mais importante do que conhecer todo o vocabulário do texto, é perceber a intenção com que ele foi escrito, se foi para divertir o leitor, anunciar algo, informar, criticar, etc, este é o primeiro passo para Interpretação de Textos em Inglês. O estudante não deve se preocupar em traduzir o texto, ele deve entender o sentido global, a temática envolvida.

Interpretação de textos em Inglês 
Recursos – muitas vezes os alunos abandonam a leitura do texto por esbarrarem em vocábulos e estruturas desconhecidos, o que não é a atitude correta e vai atrapalhar a interpretar textos em inglês.
 
–  Existem técnicas que podem ser utilizadas para inferir significados. Por exemplo:  “Babies weigh about 3KG.” É fácil para o aluno deduzir que a palavra em itálico significa “pesam”. Também é possível saber sua classe gramatical, que é um verbo, pela posição que ocupa na frase. Basta lembrar que a estrutura frasal da língua Inglesa é Sujeito – Verba – Predicado.
 

              Os Principais Elementos Da Frase: Sujeito e Verbo,  No Texto em Inglês


O português se caracteriza por uma certa flexibilidade com relação ao sujeito. Existem as figuras gramaticais do sujeito oculto, indeterminado e inexistente, para justificar a ausência do sujeito. Mesmo quando não ausente, o sujeito freqüentemente aparece depois do verbo, e às vezes até no fim da frase (ex: Ontem apareceu um vendedor lá no escritório).
O inglês é mais rígido: praticamente não existem frases sem sujeito e ele aparece sempre antes do verbo em frases afirmativas e negativas. O sujeito é sempre um nome próprio (ex: Paul is my friend), um pronome (ex: He’s my friend) ou um substantivo (ex: The house is big). Pode-se dizer que o pensamento em inglês se estrutura a partir do sujeito; em seguida vêm o verbo, o complemento, e os adjuntos adverbiais. Para uma boa interpretação de textos em inglês, não adianta saber o vocabulário apenas; é preciso compreender a estrutura, e para isso é de fundamental importância a identificação do verbo e do sujeito.
 
–          Don’t stumble on word strings: read backwards. ( leia de trás para frente )
A ordem normal em português é substantivo – adjetivo (ex: casa grande), enquanto que em inglês é o inverso (ex: big house). Além disto, qualquer substantivo em inglês é potencialmente também um adjetivo, podendo ser usado como tal, (ex: brick house = casa de tijolos 😉.
 
vocabulary comprehension test = teste de compreensão de vocabulário). Sempre que o aluno se defrontar com um aparente conjunto de substantivos enfileirados, deve lê-los de trás para diante intercalando a preposição “de” no meio
 

 Estratégias básicas de leitura Para Interpretação de Textos em Inglês

 
Considerando que os vestibulares atuais priorizam, em suas provas, a atividade de interpretação de textos em inglês; antes de tratarmos de aspectos gramaticais da língua Inglesa, gostaríamos de apresentar  uma breve reflexão sobre algumas estratégias básicas para uma boa leitura de um texto em língua estrangeira.
 
  • Usar seu conhecimento de mundo
 
Para que você disponha desse recurso, é essencial a prática cotidiana da leitura. Assim procedendo, você estará em dia com os principais temas que poderão ser objeto dos textos explorados pelas bancas na elaboração de suas provas. 
A compreensão e Interpretação de Textos em Inglês tornar-se-ão mais fáceis, uma vez que você possui conhecimentos prévios dos assuntos abordados.
 
  • Usar seu conhecimento lingüístico
 
É óbvio que o ideal, neste caso, seria que o candidato possuísse um amplo domínio das estruturas lexicais, gramaticais, sintáticas e semânticas da língua Inglesa, a fim de que ele pudesse ser capaz de identificar todos os elementos constituintes do texto e, a partir daí, construir o seu sentido. Contudo, trabalhemos com a hipótese do candidato que optou por fazer a prova de Interpretação de Texto em Inglês, porém não possui um conhecimento mínimo adequado da língua. O que fazer? Sei que posso ser criticado por isso, mas a alternativa principal é saber fazer bom uso das semelhanças existentes nossa língua e a inglesa, mesmo considerando a existência dos famosos falsos cognatos.
Além disso, o que esperar da linguagem de um texto, se ele é uma propaganda, uma história em quadrinhos, um poema, um informativo jornalístico, etc.? Que recursos comunicativos utilizam seus autores? Que objetivos possuem? Estes aspectos se modificam acentuadamente de uma língua para outra?
  •  Formar hipóteses
 Antes mesmo de darmos inicio a leitura para a Interpretação de Textos em Inglês propriamente dita, algumas hipóteses sobre seu conteúdo ou objetivo já podem ser construída a partir dos seguintes elementos, por exemplo:
 
·         imagens/ilustrações
·         gráficos
·         distribuição gráfica do texto
·         tipo de texto
·         título
·         autor
 Interpretação de Textos em Inglês
  • Fazer um reconhecimento global das palavras conhecidas
 
Este reconhecimento é o procedimento natural de primeira leitura que desencadeia e permite a execução dos procedimentos que exporemos a seguir.
 
  • Formar uma idéia geral do texto
 
Você poderá não ser capaz de compreender todas as palavras existentes no texto. Isto não deve ser motivo de angústia, pois podemos construir a idéia geral de um texto, sem que necessariamente tenhamos que traduzir cada termo nele existente. Devemos ser capazes de separar o principal do secundário. Além disso, podemos usar ainda o recurso seguinte.
 
  • Deduzir o significado das palavras pelo contexto
 
Algumas palavras que inicialmente lhe parecerão desconhecidas deverão ser facilmente entendidas utilizando-se o contexto no qual elas estão inseridas.
 
  • Selecionar a informação concreta e objetiva
 
Esta seria a forma de chamarmos uma leitura orientada pelas questões propostas pela banca. Não podemos perder tempo “viajando” com o texto. Muitas reflexões não interessam à resolução da prova, servem apenas para roubar minutos preciosos. Como já dissemos, temos que ser capazes de selecionar aquilo que efetivamente interessa na resolução de cada questão em uma Interpretação de Textos em Inglês.
 
Você deve Ter observado que as estratégias para Interpretação de Textos em Inglês acima apresentadas não funcionam isoladamente. 

 Elas são interdependentes.

 
*Elementos gramaticais que vêm sendo explorados em vestibulares recentes
 
Como, em geral, não há um programa definido de elementos gramaticais a serem explorados nas provas de línguas estrangeiras dos vestibulares. Selecionamos alguns que tem sido utilizados por algumas bancas na elaboração de suas questões.